Sistema antifraude no e-commerce é crucial para garantir segurança na Black Friday

As pesquisas apontam que haverá um aumento nas vendas da Black Friday em relação ao ano passado. São cerca de 89% de brasileiros que vão se dividir entre compras online e nas lojas físicas. 

Por isso, quem tem um e-commerce precisa ter tudo preparado. Além dos descontos reais e significativos, é preciso cuidar para que dê tudo certo com o seu site nesta Black Friday. Será que ele aguenta essa movimentação toda? Se não, é bom já cuidar disso para não passar nenhum aperto na grande sexta-feira do ano.

Mas saiba que na hora da compra, muitos consumidores também têm considerado a segurança dos sites. Por isso, está na hora de rever esse ponto tão importante que ajuda a confiabilidade e reputação do seu e-commerce. Descubra agora como deixar sua loja virtual mais segura!

A importância da segurança no e-commerce

Esse é um dos temas mais importantes quando falamos em vender online. É um ponto que não só merece atenção, mas muito investimento. 

Hoje em dia, milhares de pessoas procuram produtos na internet. A concorrência é grande, especialmente com os maiores nomes dos marketplaces vendendo de tudo. Ou seja, não tem como deixar a segurança do seu e-commerce deixando a desejar.

Entre as vantagens de ter um sistema de segurança no e-commerce, podemos citar:

  • Confiança por parte dos consumidores em fornecer dados pessoais e bancários;
  • Aumento da taxa de conversão;
  • Fidelização de clientes;
  • Maior tendência de recomendação do e-commerce;
  • Melhor posicionamento nos mecanismos de buscas da internet.

Como ter um e-commerce seguro?

Os benefícios são muitos, mas como colocar isso em prática? O primeiro ponto é: conhecer todas as atualizações. O sistema de segurança na internet é ativo e muda frequentemente. É preciso estar atento a cada update para não deixar seu site vulnerável.

Outra ajuda muito útil é pedir senhas mais elaboradas aos clientes. Na hora de criar o login, exija números, letras e outros caracteres. Tudo que possa dificultar a invasão básica de hackers. Isso porque muitas pessoas costumam usar as mesmas senhas, incluindo datas de aniversário. Então, medidas para impedir esses padrões podem ser interessantes.

Há ainda a possibilidade de fazer um checkout transparente. Muitos carrinhos são abandonados quando o comprador não sente confiança na hora do pagamento. Por isso, uma boa prática é colocar à vista o certificado de segurança e garantir uma comunicação rápida. Por fim, converse com seu time de TI para ter um sistema antifraude no site. Vamos te explicar tudo sobre o tema a seguir.

O que é o sistema antifraude e como ele funciona

O sistema antifraude é um mecanismo que os e-commerces usam que os protegem de golpes e fraudes. Ele utiliza várias tecnologias, que cruzam dados e analisam padrões para identificar atividades suspeitas. Ou seja, é uma maneira de evitar prejuízos para a loja e para os clientes.

Com essa proteção extra, a loja virtual consegue determinar se uma compra é legítima e pode ou não ser autorizada. Em caso de atividade suspeita, a transação é bloqueada. Entre os tipos de sistemas antifraude no e-commerce, podemos citar:

  • Geolocalização;
  • Big Data;
  • Machine Learning;
  • Confirmação de dados;
  • Código de Segurança para pagamentos com cartão.

A Black Friday está próxima, mas ainda dá tempo de rever esses pontos. A única coisa que não pode é deixar com que sua loja virtual perca vendas em um dos maiores eventos do comércio por falta de segurança, ok?

No mais, capriche nos descontos, dê vazão aos produtos parados no estoque ou próximos ao vencimento e divulgue muito suas ações nas mídias sociais. Boa sorte e boas vendas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *