Adrenalina nas alturas: 4 observatórios de vidro para você conhecer

Saiba mais sobre esses passeios que prometem elevar a adrenalina dos turistas.

Os observatórios de vidro estão presentes nas grandes cidades ao redor do mundo e atraem turistas que buscam por adrenalina todos os anos. Esses passeios permitem que o indivíduo aprecie a vista da cidade envoltos em uma espécie de cápsula de vidro, que se encontra a centenas de metros do chão. 

Recentemente, a cidade de São Paulo ganhou um observatório de vidro, o Sampa Sky. Os turistas que desejam visitar a nova atração e conhecer a capital do estado podem recorrer ao transporte rodoviário utilizando os serviços da Gontijo

Como funcionam os observatórios de vidro?

Os observatórios de vidro, via de regra, são construídos em anexo a prédios altos. Dessa maneira, é possível que o turista aprecie a vista da cidade de maneira ampla, segura e clara. 

Antes de se aventurar em um observatório, é importante que o turista colete informações básicas sobre a atração, como o horário de funcionamento, o valor do ingresso e as formas de agendamento. 

O passeio ainda pode incluir refeições, bebidas ou outras atividades a depender da empresa que presta o serviço. Por isso, é de suma importância que o turista se informe em um dos canais oficiais do observatório sobre o funcionamento da atividade. 

Principais observatórios ao redor do mundo 

Sampa Sky

O Sampa Sky, como o nome indica, está localizado em São Paulo, mais precisamente no Edifício Mirante do Vale. Inaugurado no ano de 2021, a atração permite que os turistas tenham uma visão ampla da cidade de São Paulo através da cabine de vidro posicionada a 150 metros do chão. 

O turista que deseja visitar o observatório deve se atentar às medidas sanitárias estabelecidas. A princípio, a atração deverá funcionar com 40% de sua capacidade máxima. O valor do ingresso é R$60,00 por pessoa e dá direito a um passeio de 2 minutos pela cabine de vidro.

The Ledge

O observatório The Ledge se localiza na cidade de Chicago, nos Estados Unidos. Através da cabine de vidro, posicionada a cerca de 440 metros do chão, os turistas podem observar a cidade de Chicago e o horizonte de mais três estados americanos. O passeio se torna indispensável para quem possui poucos dias de viagem no país. 

Atualmente, o ingresso para acessar o observatório custa em média 26 dólares por pessoa. Além de ter acesso ao The Ledge, o turista também pode visitar o Skydeck, localizado no mesmo prédio. 

Eureka Skydeck

Localizado na Austrália, o observatório em forma de cubo fica a cerca de 280 metros do chão, permitindo que o turista observe a cidade de Melbourne nos mínimos detalhes. 

O turista que desejar conhecer o Eureka Skydeck deve comprar seu ingresso antecipadamente pela internet. Em 2021, o custo estimado do passeio de 1 hora de duração é de R$120,00. 

Dachstein Skywalk

Para quem deseja explorar a natureza durante a visita a um observatório de vidro, o  Dachstein Skywalk, localizado na Áustria, é uma ótima opção. 

A cerca de 2700 metros do chão, o turista pode observar as geleiras e montanhas que se encontram ao redor da atração. Ainda é possível encontrar o melhor lugar para a observação, revezando entre a passarela e as plataformas de vidro projetadas. 

Os valores do passeio em 2021 variam de 21 euros (ingresso infantil) até 41,5 euros (ingresso adulto). A tabela de valores atualizada pode ser encontrada no site oficial da atração. 

Quais itens não podem faltar na minha visita?

Antes de se dirigir até o observatório escolhido, é importante checar quais itens não podem faltar na bolsa. Abaixo, selecionamos os objetos principais: 

  • documento oficial com foto;
  • câmera ou celular;
  • garrafa de água;
  • blusa de frio confortável. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *